Maturidade

Hoje uma colega disse-me que apesar de sermos da mesma idade, tem sempre a ideia de que sou mais velha que ela. Disse-me isto depois de me ter dito que tinha a pele bonita.
Perguntei-lhe se isso era a maneira educada que tinha arranjado para me dizer que tinha rugas.
Ela riu-se e disse que achasse isso talvez devido à minha maneira de ser, ou por já ser casada.

O que ela não sabe é que com 22 anos comprei um tamagotchi, que andava sempre comigo, e que o alimentava nas aulas da universidade.
A minha amiga gozava-me:
– Mas tu não tens vergonha? És doida?
– Eu não, o bicho tem de comer.

E no trabalho também o deixava na secretaria, ás escondidas (tenho de admitir que aí já sentia um bocado de vergonha) caso acordasse, e precisasse de brincar ou tomar banho.

Andava sempre comigo, queria ser uma mãe dedicada e aprimorada. Até que a criatura morreu.
Se calhar não tinha tanto jeito para a coisa quanto pensava.

Fico feliz em saber que consigo disfarçar esta veia de adolescente muito bem, e que me vão levando como uma senhora que faz justiça à sua postura e idade.
Até me conhecerem bem, claro…

4 comentários sobre “Maturidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s